Veja como receber amigos para a Copa sem gastar muito

A Copa do Mundo já começou e, para assistir aos jogos com a família e os amigos, nada melhor do que deixar a casa preparada especialmente para receber a todos com muito conforto e alegria. Pensar em cada detalhe da decoração, da comida e das bebidas que serão servidas, além da disposição dos móveis no ambiente, pode garantir uma festa animada, fazendo com que a única preocupação dos convidados seja vencer as apostas e acertar o resultado das partidas da Seleção Brasileira. E para ajudar você na organização da sua festa, o TDelas traz algumas dicas de especialistas para garantir o sucesso entre os convidados.

Para divertir os torcedores, a organizadora de eventos Dani Machado sugere brincar com o tema esportivo e com as tradições do mês de junho. “Estamos na Copa, mas junho também é época de festa junina. Assim, uma opção é mesclar elementos do futebol com tradições juninas, como comer pinhão, tomar quentão e usar bandeirinhas na decoração”. Para ela, outra boa sugestão para os dias de jogos é fazer um tradicional churrasco. “Brasileiro adora churrasco e este tipo de confraternização tem a cara da Copa. No churrasquinho, os amigos se reúnem, batem papo, comem e torcem juntos. Quem não gosta?”.

E para entrar no clima do Mundial sem gastar muito, Dani diz que basta usar a criatividade. “Você pode comprar acessórios pessoais, artigos de decoração e utensílios de cozinha em lojas de festa. Com R$ 50, por exemplo, é possível levar para casa vários objetos, como potes para pipoca ou aperitivos com formato de bola de futebol, copos coloridos, canudinhos, bandeirinhas, balões, apitos, chapéus coloridos ou outros adornos para a casa ou para os torcedores. Além disto, a pessoa também pode imprimir imagens da internet e usar para decorar a mesa ou as paredes da sala”, ensina.

Com os acessórios comprados, é só montar a mesa e organizar a disposição dos materiais, para que todos tenham fácil acesso aos produtos na hora do jogo. Mas, para não perder nenhum lance do jogo e ainda deixar a sala aconchegante, é preciso pensar na organização e disposição dos móveis também, como explica o arquiteto Antônio Taques. “Nos dias de jogos, o foco da sala é a televisão, ela é a estrela do ambiente. Para que todos consigam assistir de forma confortável, a TV deve ficar a uma distância de cerca de dois metros do sofá, posicionada em frente ao móvel. Entre a TV e o sofá não deve existir nenhum objeto que impeça a visão dos torcedores”.

O arquiteto lembra que, para facilitar na hora de comer os petiscos, o ideal é ter mesas pequenas ou banquinhos perto do sofá. “Se a sala tiver dois ambientes, uma sugestão é retirar as cadeiras da mesa de jantar, para facilitar a circulação das pessoas. Neste caso, as cadeiras podem ser usadas perto do sofá para acolher mais gente em frente à TV. Ainda pensando no fluxo das pessoas, as mesas de centro maiores também devem ser retiradas ou reposicionadas na sala, para não atrapalhar a circulação”.

Sobre a decoração, Taques afirma que é possível conseguir um bom efeito com a reutilização de itens nas cores da bandeira. “Como a decoração da Copa é algo bem descontraído, o ambiente pode seguir esta linha mais informal. Não é preciso investir em itens requintados. Assim, é possível aproveitar objetos verdes e amarelos que a pessoa já tenha em casa, como almofadas, toalhas de mesa ou toalha para o lavabo. Outra ideia é oferecer mantas aos convidados que assistirão ao jogo no sofá, caso o dia esteja muito frio”.

Torcida gourmet

As cores verde e amarelo e os adereços em formato de bola não podem (nem devem) ficar de fora.

E festa que se preze tem que ter comida. Para saciar a fome dos torcedores, a chef do buffet La Piccola Cosa Suzana Laporte recomenda explorar a riqueza e a variedade de alimentos verde e amarelo encontrados principalmente, entre as frutas e vegetais. “O bacana é servir alimentos gostosos e isto pode ser feito com pratos que lembrem as cores do Brasil. Outra brincadeira divertida é servir uma receita típica do país adversário em cada partida. No jogo contra a Croácia, fiz cevapcici para meus convidados, um tipo de bolinho de carne croata. Fica uma delícia e você ainda ‘come e elimina’ o concorrente”.

Como os jogos do Brasil na primeira fase da Copa são realizados à tarde, a dica dela é servir petiscos e aperitivos na chegada dos convidados e durante o primeiro tempo. “Podem ser oferecidas em um aparador ou na mesa da sala, porções verdes e amarelas de queijos, azeitonas, amendoins coloridos, pipoca com queijo ou salsinha e batata frita. Durante o intervalo, se o dia estiver frio, a saída são as sopas e cremes de milho, ervilha ou vegetais servidos diretamente nas canecas. Depois que o jogo acabar, a pedida é algo mais reforçado como uma torta salgada ou batatas assadas”. Para concluir, Suzana diz que as sobremesas podem incluir frutas como banana ao forno, abacaxi com sorvete, gelatina colorida, ou então o brasileiríssimo brigadeiro. Para acompanhar estas delicias a chefe indica Guaraná – o refrigerante tipicamente brasileiro, cerveja, sucos e caipirinhas de frutas variadas.

Fonte: ParanaOnline