Vai acompanhar os jogos da Copa no condomínio? Fique atento às regras

Durante o Mundial, número de visitantes em condomínios deve dobrar; em prédios com grandes varandas, quantidade pode triplicar nos jogos do Brasil.

Nos jogos do Brasil nesta Copa do Mundo cerca de 30% dos moradores de condomínios de São Paulo devem receber visitantes, o que representa o dobro do registrado em finais de semana. A projeção é da Lello, empresa de administração condominial no Estado.

Segundo a administradora, em prédios com varandas amplas e que possuem churrasqueira, até 45% dos moradores poderão receber visitantes nas partidas da seleção brasileira, isto é, o triplo do que costuma ocorrer nos fins de semana.

Por isso, alguns cuidados devem ser redobrados, especialmente em relação à segurança. O recebimento de visitas deve seguir o estabelecido no Regimento Interno de cada condomínio. No caso de festas e confraternizações, é importante que os condôminos deixem na portaria uma lista de convidados, com nome completo e, se possível, número do RG, para conferência.

Para garantir reforço na segurança, a Lello sugere que, se possível, os síndicos evitem dar férias aos funcionários nesta época do ano.

Algumas regras de etiqueta também devem ser observadas, como evitar barulho em excesso e uso das áreas comuns pelos visitantes. O uso de fogos de artifício nas sacadas dos apartamentosdeve ser proibido.

Quanto ao uso de enfeites em áreas comuns ou jogar papel picado, deve-se também seguir o estabelecido no Regimento Interno ou fazer uma reunião para estabelecer regras de comum acordo entre os condôminos para essa ocasião especial.

Em relação ao salão de festas, se houver muita procura pela reserva do espaço para os dias de jogos do Brasil, a orientação é para que o síndico promova um sorteio entre os condôminos. E, se houver interesse dos condôminos, é possível pensar na instalação de um telão para os moradores no salão de festas.

“A Copa do Mundo é um momento de festa e confraternização, especialmente nos jogos do Brasil. É preciso estar atento apenas a algumas regras e fazer valer o bom senso para garantir a diversão e evitar problemas com a segurança, o bem-estar e a comodidade dos moradores de condomínios”, diz Angélica Arbex, gerente de Relacionamento com o Cliente da Lello Condomínios.

Fonte: ZAP Imóvel