Umidade nos armários: saiba como evitar e tratar

Os cuidados podem ser tomados desde a fase de projeto

armário camisas

Muitas pessoas sofrem com o problema de umidade nos armários, que pode estragar roupas e outros objetos pessoais. Mas isso pode ser evitado ainda na fase de projeto ou tratado, caso a umidade já tenha se instalado no móvel.

De acordo com a arquiteta Thais Lacialamella, na fase de projeto devemos nos preocupar se a parede onde será colocado o armário faz divisa com o banheiro ou com a cozinha. Se isso ocorrer, os armários deverão ter fundo falso, com 5 centímetros de distância da parede, para possibilitar a circulação de ar e evitar o contato direto entre a parede e o armário.

A arquiteta Luciana Corrêa acrescenta que, no caso de umidade nos armários gerada por umidade nas paredes, deve-se deixar o móvel afastado da parede com o problema.

“No dia a dia, devemos deixar os armários abertos para que ‘respirem’ pelo menos uma vez por semana e limpá-lo com vinagre de álcool, retirando toda a roupa do seu interior, pelo menos uma vez por mês”, recomenda a arquiteta.

Thais lembra que também podem ser utilizados produtos tradicionais antimofo, que, ao se encherem de água, devem ser trocados.

Segundo ela, até as receitas caseiras podem ser usadas, como giz de lousa, bicarbonato de sódio e sal. O giz pode ser colocado nos cantos do armário ou gavetas, pois absorve a umidade. Você pode também pendurá-los.saquinho com giz

“A instalação de placas de isopor atrás do móvel também pode ajudar a evitar o apodrecimento da peça. Mas o melhor é acabar com o problema antes de colocar qualquer peça junto à umidade”, alerta Luciana. “Descobrir a origem da umidade é a melhor forma de eliminá-la e evitar que volte”, conclui.

Fonte: ZAP Imóveis