Temporada de raios

Incidência do fenômeno aumenta bastante no verão

Com a temporada de raios, cuidados devem ser redobrados, diz Secovi

Elat prevê maior incidência de raios para a temporada de verão na região
Uma pesquisa realizada pelo Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica) do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), de São José dos Campos, mostra que a incidência de raios vai aumentar 20% nesta temporada de verão.
Para evitar os prejuízos trazidos com os temporais, como a danificação de eletrônicos, o Secovi (Sindicato da Habitação) da RMVale traz orientações importantes sobre os cuidados com os raios. Além dos condomínios, residências e comércios também são afetados.
De acordo com o diretor de Administração Imobiliária e Condomínios da Regional do Secovi, João Santoro, é importante que os condomínios tenham seguro para a cobertura de alguns danos. Santoro explica que o seguro é obrigatório, mas que nem todos os condomínios possuem.
“O seguro para os condomínios é obrigatório, para que sejam cobertos alguns danos em áreas externas, como em elevadores, portaria, e outros. Além disso, é saudável que cada condômino faça um seguro particular para cobrir os possíveis danos”, diz.
Outro ponto que Santoro também destaca é da importância dos laudos do prédio estarem em dia. “É necessário que o prédio esteja com a situação regularizada junto ao Corpo de Bombeiros, com o auto de vistoria em dia, para evitar prejuízos”, destaca.
Nos casos de ausência do morador, durante o período de férias, a orientação é para que os eletrodomésticos sejam desligados. “A atenção deve ser redobrada na ausência dos moradores. Desligar equipamentos da tomada, fechar o registro de gás e da aguá e atualizar o cadastro de dados no condomínio”, orienta o diretor do Secovi regional, João Santoro.

Fora da tomada

 A orientação do Secovi é para que os equipamentos eletroeletrônicos sejam desligados durante o período de tempestades. Para os moradores que forem viajar, é válido que os aparelhos estejam fora da tomada para que os prejuízos sejam evitados.

Fonte: http://www.meon.com.br/