Saiba contratar a manutenção correta de locais pouco acessíveis nos condomínios

O consultor em gestão de riscos em condomínios, Carlos Alberto dos Santos, ilustra nas imagens desta página, que ele próprio produziu, os setores dos prédios pouco visíveis, e que por isso acabam sendo negligenciados nos serviços. Por serem pouco acessíveis, eles acabam sofrendo algumas imperícias das próprias empresas contratadas para executar os trabalhos.

É o caso, por exemplo, da perfuração da laje para a instalação de antenas ou mesmo o abandono de materiais perfurantes sobre a superfície (Fotos 1 e 2).

 

Já o acabamento inadequado no entorno dos ralos pode acumular água (Foto 3), o que, além de infiltrações, traz outro problema ao condomínio: o risco de formação de criadouros do mosquito da dengue.

 

 

 

 

Já na Foto 4 Carlos Alberto expõe a maneira correta de instalação das antenas e demais equipamentos sobre a laje, através do preparo de uma base.

 

 

 

 

Negligência na manutenção

A seguir, o consultor de gestão de riscos expõe situações frequentemente encontradas nas vistorias feitas nos condomínios, as quais podem gerar problemas futuros.

Ralo com acúmulo de sujeira

 

 

 

 

Reservatório de água superior sem tampa, totalmente exposta e podendo gerar contaminação e proliferação da dengue

 

 

 

Lâmpada piloto do topo do edifício totalmente precária

 

 

 

 

Na coluna da esquerda, respectivamente, centro de medição e barrilete utilizados como depósito de materiais, impondo sérios riscos de acidentes. Nas imagens correspondentes da direita, a maneira correta de como o síndico deve manter esses espaços

 

Fonte: Direcional Condomínios