Produtos realizam o sonho da casa sustentável e facilitam a vida do morador

Feira apresenta lançamentos que prometem causar menos impacto ao meio ambiente. Máquina que transforma ar em água é uma das principais novidades.

Estabelecer uma rotina em casa capaz de gerar economia de energia, uso racional da água, menos impacto ambiental e mais qualidade de vida é o sonho de muitas pessoas engajadas no tema da sustentabilidade. A boa notícia é que o mercado de construção já está atento a essa demanda e apresenta suas principais novidades na 1ª edição da Expo Arquitetura Sustentável, que acontece em São Paulo (SP).

Dentre os principais atrativos do evento destaca-se a inovadora máquina que produz água a partir do ar. Chamada de Aozow e produzida pela Ecomart, ela transforma partículas de água em estado gasoso para o líquido. Na prática, a máquina precisa apenas de eletricidade para entrar em produção e um ambiente com umidade mínima de 30%. A água é produzida, armazenada e filtrada e torna-se disponível para consumo imediato.

máquina produz água do ar

 Outro lançamento que chama atenção na feira é o Ecoblock, produto que tem aparência de madeira tradicional, mas que é, na verdade, produzido com resíduos industriais, plásticos e fibras do lixo, como casca de arroz, casca de coco e raspa de couro.

Além de ecologicamente correto, o material é resistente a impactos, não racha e não solta farpas, além de ser imune a cupins e mofo. Sua aplicação pode ser feita em decks, bancos de jardins, parques infantis e outros espaços.

ecoblock

Quem também atrai muitos olhares dos visitantes é a Casa  88º, projeto de construção residencial desenvolvido com o grau máximo de sustentabilidade.  O imóvel, que por enquanto só pode ser visto em forma de maquete, vai funcionar a base de energia solar, cobertura verde, captação de água de chuva para reuso, dentre outras funcionalidades.

Confira a seguir outras atrações da Expo Sustentável:

concreto permeável Basf

jardim vertical

Jardim vertical da marca Ecotelhado promete diminuir a poluição do ar e não necessita de impermeabilização

 Fonte: ZAP Imóveis