Passa volume ou postigo: modelos e locais para instalação

passa volumeOs marginais não esperavam por esta inovação, que trouxe muita tranquilidade ao trabalho de portaria e dificultou sobremaneira a ação dos meliantes. A instalação do passa volumes é crucial para termos um controle de acesso de mercadorias mais seguro.

Vamos imaginar um prédio repleto de equipamentos de segurança, tais como sistema de CFTV com gravação digital, sensores espalhados por todo perímetro do prédio, muros altos, monitoramento de imagens a distancia etc. Aparentemente esse condomínio estaria preparado para impedir a prática criminosa, mas não é bem assim. Alem da preocupação com os procedimentos preventivos que todos os envolvidos devem ter, o problema voltava-se para a questão do recebimento de mercadorias em geral. Apesar de toda triagem que possa ser feita, antes da abertura do portão principal, o porteiro ficava totalmente exposto no momento em que ia receber a mercadoria. Ele tinha que abrir a porta da guarita ou a janela para poder receber a encomenda. Nesse exato momento, o porteiro estaria totalmente vulnerável e facilmente poderia ser rendido pelo falso entregador.

O passa volumes ou postigo, tem sua origem nos motéis. Os proprietários do ramo moteleiro perceberam que os casais desejavam privacidade e segurança, pois ficavam incomodados em pedir algo para comer ou beber, pois a entrega seria feita, através da abertura da porta do quarto. A solução para esse incômodo foi a instalação do passa volumes junto à parede do quarto. Assim, a transposição da mercadoria de um ambiente para outro é feita de maneira, rápida, segura e discreta, sendo que o entregador não enxerga o hospede e vice versa.

Tipos de passa volumes

Passa volume cilíndrico: no formato dos existentes nos motéis, sendo que após o destravamento do porteiro, o cilindro gira para que o entregar coloque a mercadoria a ser transportada para o interior da guarita.

Passa volume tipo gaveta: Os mais sofisticados e seguros possuem dispositivo que impede que ao ser aberto, uma arma de fogo seja apontada para o porteiro.

Locais onde o passa volume pode ser instalado

Guarita encostada na calçada: O passa volume pode ser instalado na própria guarita e assim o entregador não chegará a entrar no prédio. Todo o controle de acesso da mercadoria será feito pelo interfone e após todas as confirmações a entrega será colocada no postigo (ou passa-volumes), após ser destravada pelo porteiro. É de se ressaltar que com esse posicionamento de guarita e postigo, o entregador permanece todo o tempo da calçada, não colocando em risco a segurança do condomínio e em momento algum chega a entrar no condomínio.

Guarita um pouco recuada da calçada sem área de confinamento (apenas o portão principal):

Há duas alternativas:

Faz-se uma adaptação do gradil, permitindo que o postigo seja instalado na própria guarita e não seja necessário o entregador entrar nos limites do prédio ou instala-se o postigo adaptando-o no portão principal de acesso de pedestres ou no gradil lateral. Nesse caso, caberá ao recebedor ir até o portão e receber a mercadoria pelo passa volume. Frisamos que o entregador ainda permanece do lado de fora do prédio.

Guarita um pouco recuada da calçada com área de confinamento (segundo portão): Devemos instalar o postigo na própria guarita, pois o entregador ficará confinado a dois portões de ferro, sem nenhum tipo de mobilidade, não colocando em risco a segurança do porteiro. Vale lembrar que a guarita deve ser um cubículo totalmente fechado (lacrado), não oferecendo possibilidade de contato físico ou visual com o porteiro.

Guarita bastante recuada da calçada sem área de confinamento (apenas o portão principal): Instala-se o postigo no portão principal ou gradil na lateral. Quem deverá fazer o recebimento é o morador, sendo que o portão principal não será aberto em hipótese alguma.

Guarita bastante recuada da calçada com área de confinamento (segundo portão): Instala-se o postigo no segundo portão, sendo que o entregador ficará sem movimentação na área de confinamento. O morador recebe a mercadoria através do postigo, sem adentrar na área de confinamento.

Fonte: Tudo Sobre Segurança