Moradores de condomínio também devem economizar água.

torneira_abertaEconomizar água é um dever de todo o cidadão. Tudo porque esse recurso natural essencial à vida, apesar de renovável, é também finito.

Dessa forma, mesmo em condomínios, onde o custo da água é, na maioria das vezes, dividido entre os moradores – e não é possível precisar a quantidade exata gasta em cada apartamento – o uso racional deve ser encarado como respeito à natureza e à humanidade.

Segundo a Organização das Nações Unidas, uma família com quatro pessoas, com mudanças de hábitos de desperdício nas atividades diárias, deve consumir no máximo 15 m 3 ao mês, o que seria uma média de 120 litros / habitante / dia.

A média per capita para o município de São Paulo em função da quantidade de famílias que consomem entre 10m 3 /mês e 40m 3 /mês (considerando quatro pessoas na família) é em torno de 200 litros / habitante / dia, independente do tipo de moradia.

Com a implementação do Programa de Uso Racional da Água (Pura) instituído desde 1996 pela Sabesp no Estado de São Paulo, aliada a maior consciência ambiental da sociedade, o que se percebe é uma forte tendência à diminuição no consumo de água por família ao mês.

Para evitar o desperdício e preservar esse bem natural tão valioso, é preciso mudar hábitos. Confira algumas dicas de economia de água especialmente para apartamentos:

Banheiro: o maior vilão do desperdício

– Se uma pessoa escova os dentes em 5 minutos com a torneira meio aberta, gasta 80 litros de água. No entanto, se molhar a escova e fechar a torneira enquanto escova os dentes e, ainda, enxaguar a boca com um copo de água, consegue economizar mais de 79 litros de água. Se isso for multiplicado pelo número de pessoas da residência e, depois, por 30 dias, pode-se ter uma idéia da economia em dinheiro.

- Ao lavar o rosto ou as mãos em um minuto com a torneira meio aberta, uma pessoa gasta 16 litros de água. A dica é: colocar um tampão na pia e fazer do lavatório um tanquinho.

- Ao fazer a barba em 5 minutos, com a torneira meio aberta, pode-se chegar a gastar 80 litros de água. A economia está em usar a pia do mesmo jeito que para lavar as mãos: fazer do lavatório um tanquinho e não deixar a torneira aberta. Assim, o gasto de água para fazer a barba cai para 2 litros.

- Banho de ducha por 15 minutos com o registro meio aberto consome 243 litros de água. Se o tempo de banho for reduzido para 5 minutos, fechando a ducha ao ensaboar-se, o consumo cai para 81 litros. No caso de banho com chuveiro elétrico, também em 15 minutos com o registro meio aberto, são gastos 144 litros. Com os mesmos cuidados tomados com a ducha, o consumo cai para 48 litros.

- Uma bacia sanitária equipada com válvula com o tempo de acionamento de 6 segundos gasta 10 litros de água. Quando a válvula está defeituosa, pode gastar até 30 litros. Por isso, faça a manutenção periódica.

- Nunca usar a bacia sanitária como lata de lixo ou cinzeiro, pois esse é um dos hábitos que mais desperdiça água.

Cozinha

- Lavar a louça com a torneira meio aberta durante 15 minutos gasta 243 litros de água.

Medidas práticas para gastar somente 20 litros:

- Em primeiro lugar, limpe os restos dos pratos e panelas com uma escova e jogue no lixo.

- Depois, coloque água na cuba até metade para ensaboar. Enquanto isso feche a torneira.

- Por último, coloque água novamente para enxaguar.

Outra boa dica é deixar a louça suja de molho na pia com água e detergente antes de ensaboar.

- Uma lavadora de louças grande (para 6 pessoas), com capacidade para 44 utensílios e 40 talheres, gasta 40 litros. Por isso, o ideal é utiliza-la somente quando estiver cheia. O mesmo vale para a lavadora portátil.

Lavanderia

- Lavar a roupa numa lavadora com capacidade para 5 quilos gasta 135 litros. Por isso, o melhor seria ter o mesmo procedimento que com a lavadora de louças: só usar a máquina quando estiver com sua capacidade total.

- Um tanque com a torneira meio aberta por 15 minutos chega a gastar 279 litros! Por isso, o melhor é deixar acumular roupa. No tanque, deixe as roupas de molho e use a mesma água para esfregar e ensaboar, deixando a torneira fechada. Abra a torneira somente para enxaguar.

- Reaproveite a água com sabão usada para lavar roupas.

Dicas de economia para zeladores 

Jardim 

- Regar jardins e plantas durante 10 minutos chega a gastar 186 litros de água. Para economizar, a rega durante o verão deve ser feita no início da manhã ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã. Dê preferência ao uso de regadores e baldes. Mangueira com esguicho ou revólver também ajuda a economizar. Assim, pode-se chegar a uma economia de 96 litros por dia.

Calçada - Nunca “varrer” a calçada usando o esguicho. Esse péssimo hábito, durante 15 minutos, gasta 279 litros de água. Para economizar, basta usar a vassoura. É simples e tem o mesmo efeito.

Fonte: ABRACOND