Funcionários de condomínios aguardam caixinhas de final de ano

Valor arrecadado é dividido entre faxineiros, seguranças e porteiros

Nesta época do ano, os porteiros, faxineiros e seguranças que trabalham em condomínios de São Paulo contam o valor arrecadado nas caixinhas de final de ano para reforçar o orçamento e caprichar nas ceias de Natal e Ano Novo.

caixinhaO síndico Ourival Cezário Magalhães assumiu o cargo de síndico em janeiro e, para comemorar o fim do ano, está organizando um churrasco para os 40 funcionários do condomínio, que fica na Estrada do M’Boi Mirim, na Zona Sul. Ele arrecadou o dinheiro para as carnes e as bebidas com as empresas que prestam serviços.

“A festa em si, comida, alimento, essas coisas, a gente vai gastar em torno de R$ 2,5 mil a R$ 3 mil. Estamos estimando”, conta Ourival.

Num condomínio no bairro de Pedra Branca, na Zona Norte, os porteiros criaram uma maneira diferente de arrecadar a caixinha: são três, uma para cada turno.  No ano passado, os funcionários fizeram a caixinha por turno e aprovaram a ideia.

“Ano passado arrecadamos R$ 300. A expectativa para esse ano é chegar aos R$ 500”, conta o porteiro Rogério da Silva de Oliveira.

No local, não são só os porteiros que ganham presente de Natal. A síndica Sílvia Gorgulho montou um concurso para eleger as três janelas mais caixinha 1enfeitadas do condomínio. Os conselheiros do condomínio vão escolher a janela mais bonita no próximo sábado (20).

O primeiro ganhador vai levar um ferro de passar roupas a vapor, o segundo lugar uma cafeteira inox e o terceiro lugar um liquidificador. “É um meio de incentivar os moradores a participarem, a ter o espírito do Natal”, diz a síndica.

Fonte: G1