Entrega da declaração do Imposto de Renda começa dia 1º de março

Estimativa é de que 750 mil contribuintes em Goiás façam a declaração este ano, número 5% maior que o do ano passado.

A entrega da declaração do Imposto de Renda deste ano começa às 8 horas (horário de Brasília) do dia 1º de março, sexta-feira, e termina às 23h59min59s do dia 30 de abril. Na próxima semana, a Receita Federal divulgará as principais instruções, de acordo com o supervisor nacional do IR, Joaquim Adir. Mesmo assim, já há algumas informações definidas.

A Receita já definiu que os contribuintes que ganharam, em 2012, até R$ 24.556,65, não estão obrigados a declarar (considerando apenas a variável “renda tributável”, uma vez que há outras que determinam quem deve declarar ou não). Esses contribuintes devem ficar atentos, porque há outro limite, o de isenção, que é menor, de R$ 19.645,32 (esse valor corresponde a 12 vezes o limite mensal de isenção de 2012, de R$ 1.637,11). Significa dizer que quem ganhou entre R$ 19.645,32 e R$ 24.556,65 em 2012 provavelmente teve IR retido na fonte.

Assim, para reaver esse dinheiro, será preciso que o contribuinte apresente a declaração, uma vez que a Receita não devolve o dinheiro se não recebê-la.

Mesmo quem ganhou menos de R$ 19.645,32 pode ter tido retenção na fonte. Isso acontece quando o contribuinte recebe algum valor elevado de uma só vez (por exemplo, R$ 15 mil) ou um valor menor, mas por vários meses (R$ 5.000 por mês, durante três meses). Esse contribuinte também terá de declarar para receber de volta o IR retido sobre aqueles valores.

Neste ano, devem ser entregues entre 25,5 milhões e 26 milhões de declarações (em 2012, a Receita esperava 25 milhões e recebeu 25,244 milhões). Em Goiás, 750 mil contribuintes deverão acertar as contas com o Leão do IR, número 5% maior que em 2012, quando 715 mil pessoas fizeram declaração.

O contribuinte deve começar a reunir logo a documentação necessária para o preenchimento da declaração. Quem sai na frente pode receber a restituição primeiro e até elevar o valor a restituir, bem como reduz a chance de erros, que podem levar à malha fina.

A entrega da declaração poderá ser feita pela internet, no site www.receita.fazenda.gov.br. A partir do dia 1º de março, os contribuintes poderão baixar o programa, fazer a declaração e enviá-la ao fisco (pode ser que a Receita libere o programa até o final deste mês).

BB e Caixa vão receber documento

Para transmitir a declaração é preciso baixar o programa Receitanet no mesmo site. As declarações também poderão ser entregues em CD ou em pendrive nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.

A transmissão via internet será feita na hora, com o CD ou o pendrive sendo devolvido ao contribuinte. A entrega será feita durante o horário de expediente das agências (em geral, das 10h às 16h).

Todos os contribuintes (exceto os que pretendem compensar prejuízo da atividade rural ou IR pago no exterior) podem optar pela declaração simplificada, mas o desconto padrão de 20% não pode superar R$ 14.542,60 neste ano. Na hora de fazer a declaração, o contribuinte que usa o modelo completo pode abater algumas despesas.

Fonte: O Popular