Eleição no condomínio

Saiba como fazer uma “campanha” justa para cargos como síndico e equipe diretiva.

Passado o meio do ano, avizinham-se as eleições de síndico e demais membros da equipe diretiva de condomínio para um próximo mandato. A assembleia ordinária anual que irá reeleger os atuais membros ou eleger novos personagens para o teatro condominial, ocorre, geralmente, no primeiro quadrimestre de cada ano.

Muito bem. Os atuais candidatos à frente da gestão do condomínio, caso tenham interesse, começam, nesta época do ano (segundo semestre) a trabalhar sua “campanha” e “reeleição”, utilizando-se de verdadeiros cabos eleitorais (conversa de corredores, elevadores, halls sociais, garagens, entre vizinhos), por vezes, de forma discreta,  e outras, nem tanto!

Realmente querendo fazer o bem, nesse caso para que haja no condomínio, um sufrágio ético, correto, transparente, democrático que represente, minimamente a vontade da massa condominial sugerimos:

  1.  Informe-se sobre a gestão do condomínio, como ela funciona, como está caminhando. Os principais problemas e desafios a serem vencidos, antes de pensar em se candidatar a cargo de gestão – principalmente de síndico – e tente imaginar-se a frente destas questões e tendo que resolvê-las, como se sentiria;
  2. Uma vez decidido a candidatar-se, tenha a certeza de que o está fazendo pelas razões corretas. Ou seja: de forma abnegada e sincera, realmente, colaborar com a comunidade condominial, buscando soluções e enfrentamento dos problemas e desafios e, não, das pessoas!
  3.  Converse com a atual gestão, deixe claras suas intenções e motivações. Você poderá se surpreender com a reação das pessoas que, se igualmente de bem, irão apoiá-lo até;
  4. Desenvolva um plano de ação, consistente e coincidente com seu tempo de mandato. Não se esqueça de pensar em uma transição pós-mandato, para quem assumir em seu lugar ter facilidade em tocar o condomínio;
  5. Pense, se o caso, na reeleição, mesmo que você não tenha imaginado essa possibilidade, seus “eleitores”, poderão fazê-lo;
  6.  Vá para assembleia preparado para responder as mais diversas perguntas sobre as questões mais importantes do condomínio. Não ataque a atual gestão, ataque o problema e explique como pretende resolvê-lo. Lembre-se, resista a tentação de prometer coisas que não poderá cumprir ou que não dependem de sua única e exclusiva boa vontade. Não raras vezes, “candidatos” prometem coisas até ilegais em assembleia, se eleitos forem, tudo na ânsia de angariar a simpatia e voto dos mais radicais e insatisfeitos;
  7. Se participar de “uma chapa” de eleição, tenham uma ideia conjunta e um projeto coeso, experimentem o período “pré-eleição”, para auferirem o grau de entrosamento dos membros dessa chapa e de efetividade de trabalho em equipe, lembre-se esse período é um excelente laboratório é um “test drive” de como a equipe funcionará depois de eleita;
  8. Saiba ouvir os candidatos de outra chapa ou mesmo condôminos individualmente que estejam se apresentando a eleição. Eles podem ter ideias valiosas ou que no mínimo complementem suas ideias;
  9.  Se permitido panfletar, distribuir santinhos, fixar faixas e cartazes, use sempre o bom senso. Respeite a privacidade de seus “eleitores” e as diferenças de opinião e diferentes opções e orientações de cada um. Não seja “fóbico” em relação a nada pois, cada um tem o direito de suas próprias escolhas e de expressar sua opinião e valores;
  10.  No dia da assembleia, auxilie os trabalhos de forma transparente, compromissada, coloque-se a disposição e aceite o resultado apurado “nas urnas”. Uma excelente postura é, uma vez vencido, colocar-se a disposição para ajudar a equipe eleita da mesma forma. Afinal, o condomínio é de todos e cada um dos condôminos, ajuda a pagar a conta no final.

Observados estes dez preceitos, temos a certeza que o processo eleitoral em seu condomínio transcorrerá na mais perfeita ordem, transparência, valorização das pessoas e do local onde moram, será um exemplo para gerações futuras e os próximos candidatos.

Evite o diz-que-me-diz dos corredores, de pessoas que estão lá apenas para fomentar a discórdia, a desunião e plantar a semente da difamação e calúnia, afirmando terem ouvido coisas que jamais foram ditas por quem elas afirmam que disse, fazendo de tudo para semear a discórdia no seio dessa micro sociedade que o condomínio.

Lembre-se, por fim, que o mais importante é participar, colaborar, em destaque, ou fazendo parte de um grupo maior, isso pouco importa, o que realmente importa é a vontade genuína e íntima de somar com aquele grupo em prol de um bem maior.

E…boa assembleia!

Fonte: SindicoNet