Conheça 10 utensílios de cozinha indispensáveis em qualquer receita

utensilios de cozinha 8Nem só de talento e ‘mão boa’ vive um chef de cozinha bem-sucedido. Tão importantes quanto a habilidade do cozinheiro são os utensílios de cozinha que fazem toda a diferença na hora de compor um prato como reza a receita.

A faca certa para cortar a carne na espessura ideal, os medidores de sal e de açúcar e as formas de fundo removível são apenas alguns dos itens que não podem faltar na cozinha de um chef, e muito menos na cozinha de quem se arrisca pouco no fogão. E porque toda ajuda é bem-vinda, selecionamos 10 utensílios considerados indispensáveis. É para anotar tudo, renovar já as gavetas da cozinha e garantir o sucesso das próximas receitas.

Colher de bambu

Já está na hora de substituir um dos utensílios mais utilizados na cozinha, a colher de pau. É porque, assim como a tábua de madeira, a colher de pau acumula resíduos e está propensa à proliferação de bactérias. ”O bambu tem qualidades naturais autodesinfetantes, que garantem sempre um utensílio limpo na cozinha”, explica a chef Rita Lobo.

Pilão

O pilão é um verdadeiro multiuso: tritura, amassa, bate, macera e integra os mais variados ingredientes. Ele é ótimo para fazer do dente de alho com sal uma pastinha para temperar filé de frango ou para fazer um pesto rápido. Também bate umas ervinhas para temperar o molho de salada.

Descascador de legumes

Se você ainda não tem um descascador de legumes, já pode pensar em adquirir um para a sua cozinha. Rita mostra que, além de ser mais ágil, ele sempre descasca fininho e evita que metade do legume vá embora com a casca. O descascador também funciona com frutas, faz lascas de queijo parmesão com perfeição, corta abobrinha em fatias fininhas para a salada. Ou seja, um faz-tudo. “Até ajuda a melhorar o visual dos pratos”, conta Rita Lobo.

Batedor de arame

Também conhecido como fouet, o batedor de arame muitas vezes é subaproveitado na cozinha. Geralmente, fica guardado na gaveta e reservado só para bater o chantilly. Na verdade, ele é excelente para incorporar ingredientes, rapidinho.

“Muito melhor do que a colher. Além de misturar os ingredientes por igual, os batedores dão leveza às mais variadas preparações”, ressalva Rita Lobo. Com o batedor de arame é possível bater claras em neve, deixar o purê de batatas no ponto e, claro, misturar a deliciosa calda de caramelo com perfeição.

Forma de fundo removível

A forma de fundo removível, ou fundo falso, é indispensável para quem gosta de assar tortas doces e salgadas em casa. Elas garantem que você consiga desenformar a torta sem perigo de quebrar. “As formas podem ser baixinhas para tortas de frutas, ou bem altas para aquelas tortas salgadas robustas, de casquinha crocante”, explica Rita Lobo.

Pinça para pegar alimentos

Rita Lobo explica por que você deve investir em uma boa pinça. Sobretudo pelo fato de poder pegar os alimentos sem furá-los.
“Se você pega um bife com um garfo, por exemplo, acaba furando a carne e o resultado é um filé mais ressecado”, explica Rita.  No caso do salmão, a pinça segura a posta inteira sem quebrar o peixe na hora de levá-lo ao prato.

Pincel de cozinha

O pincel de cozinha serve para espalhar manteiga e óleo de uma forma muito mais rápida, uniforme e econômica. “Ele reduz a gordura pela metade!”, conta Rita Lobo. São diversos modelos para uso específico na cozinha e para facilitar a sua vida: o de cabo de inox é mais prático porque vai à lava-louças; o de cerdas de silicone não solta os fios, e o de cerdas tradicionais espalham melhor a manteiga. “O que eu gosto mesmo de usar é um comum, que a gente compra em casa de material de construção. Como ele é baratinho, quando começa a soltar os fios eu não fico com pena de jogar fora”, diz Rita.

Medidores padrão

Xícara não é caneca e colher de chá não é de café.  Use sempre medidores-padrão: eles são indispensáveis na cozinha e devem estar sempre à mão. Assim, você não fica tentada a pegar qualquer colher da gaveta e errar a preparação. “O que todos os medidores tem em comum é que a xícara-base comporta 240ml. E a colher, 16ml. A partir daí, são medidas fracionadas”, explica Rita.  Hoje em dia, há opções de tem vários modelos e materiais, como as de inox, que não quebram nunca.

Tigelas

Seja para deixar os alimentos de molho, para colocar os ingredientes picadinhos ou mesmo para bater a massa do bolo: as tigelas não podem faltar dentro de uma cozinha. Rita explica que as plásticas, apesar de bastante populares, não são ideais, pois pegam o cheiro dos alimentos.  Já as de vidro são muito pesadas e podem quebrar.  A melhor opção são as de inox por serem duráveis, leves e não absorverem o cheiro. “Um jogo delas é uma mão na roda na hora de preparar as refeições”, diz Rita.

Faca de chef

Uma faca de chef é indispensável na cozinha de quem adora culinária. O tamanho ideal é relativo: depende do alimento que você vai cortar e da sua preferência pessoal. “Para alimentos maiores, como uma abóbora-moranga, lâminas mais compridas (10 polegadas) são melhores. Mas para quase todo o resto, acabo usando a de 6 polegadas”, conta Rita Lobo, que dá algumas dicas importantes na hora de escolher a faca ideal: “Existem lâminas que acabam justamente onde o cabo começa, a monobloco.  Fuja delas.  Elas podem quebrar!  A lâmina deve ser uma peça única, que entra no cabo, mesmo que ele seja coberto por outro material”, explica Rita. Quando o quesito é segurança, prefira os modelos que têm bojo: “É uma espécie de barriguinha, na parte de trás da lâmina.  Ela ajuda a proteger o dedo”, ensina.

Fonte: GNT