Condomínios: atitudes que geram segurança preventiva

Confira 12 atitudes preventivas fundamentais para condôminos

A segurança preventiva dos condomínios depende muito da rotina de síndicos, zeladores, funcionários, moradores e frequentadores. Os condôminos devem cooperar, precavendo-se em atitudes que não deixem brechas para acontecimentos desagradáveis.

Todos devem colaborar com a segurança, pois quanto maiores forem as dificuldades e obstáculos, como grades, alarmes, câmeras, cercas, controle de acesso, cadastro de usuários, moradores, frequentadores, veículos, mais difícil a prática de delitos.

Quem opta por condomínio busca justamente maior segurança, portanto, o acesso deve ser rigoroso. O condômino deve preservar a coletividade, visando sempre maior segurança para todos.  Veja abaixo 13 dicas de prevenção:

1. A compreensão e colaboração são fundamentais para a segurança do condomínio;

trancar porta2. Mantenha as portas do apartamento ou salas sempre trancadas;

3. Mantenha as portas e vidros do veículo trancados;

4. Ao entrar na garagem, se o veículo for filmado, abaixe o vidro para que o porteiro faça a identificação;

5. No período noturno, ao entrar na garagem, desligue o farol do carro e acenda a luz interna;

6. Avise a portaria ao notar qualquer movimento estranho;

7. Aceite e respeite todas as normas impostas pelo condomínio para sua própria segurança;

8. Seja paciente quando o porteiro estiver realizando a abertura e fechamento das portas de acesso ao condomínio e garagens;

9.  Na realização de eventos, lembre-se de passar a relação de convidados para a portaria;

10.  Comunique a portaria sempre que estiver aguardando a chegada de alguma entrega especial, informando o horário previsto e a empresa contratada;

11.  Quando perceber alguma pessoa estranha sendo identificada pelo porteiro, não fique próximo ao portão para evitar possível invasão ou mesmo coação;

12.       Ao entrar ou sair do condomínio observe se há pessoas nas proximidades. Caso perceba alguma movimentação estranha, não entre ou saia, ligue imediatamente para a polícia, avise seus familiares e o porteiro. observar

Cumprir as normas internas de segurança não deve ser visto como uma obrigação ou “perda de tempo”. A atitude de cada um trará reflexos à vida de todos.

Além de tudo isso, é necessário também ter cuidado na contratação de profissionais de portaria e zeladoria, pois devem ser de confiança. Atualmente torna-se mais profissional e adequado contar com uma empresa terceirizada especializada em serviços para condomínio. Pois assim, tanto o síndico como os condôminos poderão ter a certeza que os funcionários são treinados para segurança preventiva, possuem atestados de antecedência e ainda elimina a burocracia da contratação, o processo de seleção e causas trabalhistas.

Com organização e colaboração no condomínio haverá mais segurança, com certeza!

 Fonte: SEGS