Condomínio restringe uso da piscina para economizar água

Moradores podem se banhar na piscina aos fins de semana. Cobrir a piscina diminui a evaporação e mantém a temperatura.

Um condomínio em Santana, na Zona Norte de São Paulo, passou a restringir o uso da piscina para economizar água, como mostrou o SPTV. Os moradores podem usar para tomar sol, mas os mergulhos ficam restritos aos fins de semana e às férias. A decisão, aprovada pelos moradores, foi tomada porque a cada limpeza muitos litros eram descartados.
As duas torres, com 160 apartamentos, têm uma piscina de 40 mil litros. O zelador observou que a cada aspirada de sujeira iam embora 700 litros. O procedimento acontecia quatro vezes por semana. Atualmente, ele tem feito a limpeza apenas uma vez.
Para evitar que as crianças desperdiçassem água, o condomínio também desativou o chuveiro que ficava ao lado da piscina. A cada vez que uma criança apertava o registro apenas por brincadeira 5 litros de água eram jogados fora.
A Associação das Administradoras de Condomínios de São Paulo orienta economizar a água cobrindo a piscina com lona nos períodos de pouco uso e à noite. No verão, a evaporação mais rápida obriga a repor a água todos os dias. A cobertura diminui a evaporação em 90% e mantém a temperatura.
A síndica Virgínia Aparecida Tavares disse que a redução no valor da conta de água foi superior a 50%. O condomínio estuda uma forma de aproveitar a água que sai a cada aspiração da piscina.
O consumo sustentável de água no condomínio começou há 10 anos. Quatro tanques foram instalados na garagem para armazenar a água da chuva. Cada um tem a capacidade para 2,5 mil. Eles pretendem instalar outros quatro tanques. Essa reserva de água é usada para regar as plantas e pra lavar as áreas comuns.

Fonte: G1