Comunicação é fundamental

Além das formas tradicionais, o condomínio pode fazer uso de outras ferramentas para integrar com inovação

Para que o bom relacionamento predomine em um condomínio é fundamental manter a comunicação em dia. Isto significa deixar canais abertos e informações sempre disponíveis. Síndico, administradora, moradores e funcionários devem falar a mesma língua e estar por dentro do que acontece.

Além das reuniões e assembleias, utilizar informativos costuma ser a forma mais convencional de informar. No condomínio onde reside o biólogo Alex Martins, por exemplo, há um mural que existe desde a entrega do empreendimento aos proprietários.

“O condomínio tem pouco mais de sete anos. Tanto moradores quanto o zelador ou o síndico colocam as informações no mural. Como está sempre atualizado, o interesse é grande”, explica. No mural são postados desde lembretes de reuniões entre condôminos até informações sobre prestação de serviço.

Informativo digital – Apesar dos informativos convencionais ainda serem bastante utilizados, a necessidade de tornar a comunicação mais rápida e de acordo com os tempos atuais faz com que alguns condomínios inovem, utilizando o que o mercado oferece como novidade.

A Troad, empresa que desenvolve soluções para comunicação interna de condomínios, tem como principal ferramenta de negócios um sistema intranet em que condôminos e gestores prediais podem se comunicar.

“Há uma distinção entre as informações que são públicas e as que ficam visíveis para qualquer pessoa que acesse o site do condomínio. As informações privadas são acessadas apenas com login e senha e redirecionadas aos e-mails dos condôminos”, explica Gilberto Monteiro, coordenador da unidade de negócios e tecnologia da instituição.

Para Monteiro, a possibilidade de comunicação on-line entre condôminos e gestores se torna mais eficiente devido à grande presença das pessoas no universo digital.

“Receber um informe por e-mail é mais prático, pois muitas pessoas estão mais acostumadas a checar com mais frequência a ferramenta”, finaliza.

Canal aberto

- Priorize informações que sejam do interesse comum a todos os usuários

- Abra espaço para que moradores possam fazer sugestões e perguntas

- Em murais físicos, para que o espaço não se torne uma bagunça, nomeie pessoas responsáveis pelo fiscalização do que está sendo colocado

Fonte: iCondominial