Como reduzir o gasto com eletricidade

Durante o verão, o uso de aparelhos como ar-condicionado e geladeira contribuem para aumentar o consumo de energia e, consequentemente, a conta de luz. Para economizar nesse período de calor, a Copel dá algumas dicas que ajudam a reduzir o gasto com a eletricidade.

economia de energiaChuveiro elétrico, geladeira e iluminação representam 75% do consumo de energia. O chuveiro corresponde a cerca de 25% do consumo médio de uma residência. “Para utilizá-lo de modo eficiente, basta alterar a chave de temperatura da opção inverno para verão”, explica Gisele Monteiro, gerente de utilização de energia da Copel. “Essa simples ação ajuda a reduzir em até 40% o gasto de energia do equipamento.”

É importante ainda evitar banhos demorados, além de verificar se a resistência e os fios estão em bom estado. Fios derretidos, pequenos choques e cheiro de queimado são problemas que devem ser corrigidos imediatamente.

Outro eletrodoméstico responsável por grande parte do consumo de energia durante o verão é a geladeira, cuja potência costuma ser elevada nesta época para compensar o aumento na temperatura. A dica é evitar abrir a porta sem necessidade. Ao utilizá-la, é importante retirar e colocar objetos todos de uma vez.

“Há uma série de cuidados que ajudam a economizar energia, como não forrar prateleiras com plásticos ou vidros, manter limpa a parte traseira e não utilizá-la para secar roupas”, acrescenta Gisele. Outra dica é verificar se a borracha da porta da geladeira está aderente e fecha corretamente.
Com relação ao ar-condicionado, para evitar desperdício na hora de refrigerar o ambiente, portas e janelas devem estar fechadas. É importante lembrar de desligar o aparelho sempre que o ambiente não estiver sendo ocupado.

Esses cuidados melhoram o rendimento dos eletrodomésticos. Mas na hora de comprar os aparelhos também é possível economizar energia.

Equipamentos com o selo Procel ou com a etiqueta com a letra “A” são mais eficientes e contribuem para reduzir o impacto sobre o meio ambiente.

Atitudes para utilizar a energia de modo sustentável no verão, no entanto, não se limitam aos eletrodomésticos. A iluminação da casa é responsável por 20% do consumo. Lâmpadas fluorescentes ajudam a consumir menos e duram até oito vezes mais do que lâmpadas incandescentes, além de esquentarem menos o ambiente. Em ambientes não ocupados, a luz deve permanecer sempre apagada.

Fonte: Folha de Londrina