Como organizar bijuterias

Não é nada fácil combinar roupa e acessórios em meio ao caos: bijuterias espalhadas pela casa, além de dificultarem a vida, deixam o lar com aquele ar de desleixo nada apreciável. Para unir o útil ao agradável, reunimos 16 ideias que, além de deixarem as bijus organizadas, ainda dão um toque especial à decoração. Confira:

A bela moldura, depois de trabalhada com tinta, recebeu tiras de renda de diversas espessuras. As bijus, em especial brincos, ficam pendurados nos furinhos do tecido.

Xícaras coloridas dão conta de separar os acessórios em grupos: cada uma pode abrigar brincos semelhantes, assim como colares, anéis e outros. Para mantê-las em segurança, deixe-as em gavetas ou nichos.

O tradicional cabideiro também serve de porta-bijuterias. Aqui, ele recebeu tinta branca e, para abrigar brincos, uma linha, amarrada nos ganchos do meio.

A criatividade da blogueira americana Melissa permitiu que uma simples bandeja virasse um porta-bijuterias lindo e funcional. Depois de receber demãos de tinta azul, aplicações de tecido e itens como ganchos, caixinhas organizadoras e carreteis de madeira, a peça ganhou ares shabby chic.

Na hora de organizar brincos, até um ralador de queijo virou amigo da arrumação. O item de cozinha recebeu pintura alegre e pés, que deixam o objeto mais estável.

O porta-toalhas na parede pode até parecer um pouco deslocado, mas alguns ganchos de cortina de box revelam sua verdadeira função: guardar colares.

O manequim de tecido abriga com pompa colares, broches e outros acessórios, além de dar um ar vintage único à decoração.

A ideia aqui foi usar porta-talheres para abrigar bijus. Bastaram três deles fixados na parede e alguns miniganchos para dar conta da organização.

biju 9

O pedaço de madeira ganhou puxadores vintage, que podem ser encontrados facilmente em lojas virtuais, e foi fixado na parede, conferindo visual rústico e chique ao mesmo tempo.

biju 10

Aqui, as pranchetas fixadas na parede receberam tecidos crus que, além de deixarem a produção mais bonita, ainda permitem que brincos e alfinetes com pulseiras sejam fixados. Os colares ficam pendurados nos próprios ganchos.

biju 11

Sim, isso é um ancinho, aquela ferramenta de jardinagem que, depois de trabalhada, ganhou nova função. Antes de abrigar suas bijuterias, é preciso averiguar se existe ferrugem na peça e remover o cabo, para então fixá-la na parede.

biju 12

Além de organizar, essa proposta oferece um charme sem igual à decoração. Bastam molduras, tecidos e ganchos (ou broches) para que os acessórios façam parte da composição do ambiente.

biju 13

De velha e gasta, a mala foi transformada em um display de bijuterias delicado. Apenas um fundo de tecido rendado foi acrescentado, mantendo as características originais da peça.

biju 14

O que fazer com a moldura do espelho que quebrou? Um lugar especial para os brincos!

biju 15

Foi assim, do jeito que a Mãe Natureza o formou, que o galho fez a vez de porta-colares. O único cuidado foi envolver o pedaço de madeira em arames, para que ele não quebrasse depois de receber os pregos.

biju 16

Aqui, a proposta da artesã Selma Russo foi criar um porta-bijuterias com rolhas de cortiça.

Fonte: Portal Decoração