Checklist de compra de imóvel usado

O imóvel usado merece uma vistoria detalhada para que não haja surpresas depois do negócio ter sido fechado

vende-seComprar o seu imóvel é motivo para alegria! Mas para evitar a decepção de entrar e não encontrar tudo funcionando como deveria, vale a pena uma vistoria bem detalhada antes de fechar a compra, principalmente se ele já foi usado. Criamos um checklist para que nada passe despercebido na hora de inspecionar sua casa nova. Confira!

O que levar?

  • Papel e caneta para anotação;

  • Trena ou Fita métrica;

  • Lâmpada para teste;

  • Aparelho para teste de tomadas (pode ser um carregador de celular);

  • Bolinha de gude ou balde (para teste de escoamento);

  • Régua de nivelamento e chave de fenda (para teste de paredes);

  • Máquina fotográfica para registrar os detalhes.

Instalações elétricas

Os imóveis usados podem ser bem antigos, por isso a instalação elétrica deles é item primordial e merece sua atenção total. Pergunte ao dono quantos anos o imóvel tem. Isso já dará uma boa noção do tipo de material que foi utilizado. Procure fios próximos aos disjuntores e olhe com atenção como estão os encapamentos deles. Se forem encapados com tecido, o ideal é que se refaça toda a instalação elétrica do imóvel para evitar riscos de incêndio.

Ligue o chuveiro por alguns minutos para observar se não há queda no disjuntor. Se houver, pode ser indício de uma pane elétrica ou subdimensionamento da instalação.

No quadro de disjuntores, verifique também se todos os circuitos estão identificados, principalmente se houver circuitos de 220 V e 127 V. Cheque também se desligam corretamente as áreas apontadas. Nessa etapa é bastante importante poder contar com a ajuda de um eletricista.

Se você tem muitos aparelhos eletrônicos, lembre-se de verificar se o número e o tipo de tomadas são os ideias para os seus equipamentos. Teste-as uma a uma com um carregador de celular, por exemplo. Nada de colocar réguas ou vários ‘Ts’, pois isso pode causar panes e incêndios.

E não esqueça de testar campainhas e interfones!

Hidráulica

Para saber se há uma boa pressão de água no imóvel, abra todas as torneiras, incluindo o chuveiro, simultaneamente. Se nenhum ponto tiver a quantidade de água diminuída a pressão é ideal. Deixe as torneiras e o chuveiro abertos e feche os registros, então confira se não há vazamento ou gotejamento em qualquer parte. Depois de feito isso, abra o registro e feche as torneiras e chuveiro, conferindo os mesmo itens.

Veja se a quantidade de água que sai da caixa de descarga e a pressão que ela tem são suficientes. A pressão também é importante no chuveiro, deixe-o aberto por um tempo para ver se a pressão da água se mantém constante.

Pisos e azulejos

Bata de leve com o cabo da chave de fenda nos azulejos da parede. Se o som for oco, pode ser sinônimo de vazamento ou construção ruim, verifique também se não estão faltando azulejos. Coloque a régua de nivelamento na parede para garantir que não há abaloamento.

No piso, faça o mesmo teste do nivelamento. Nos lugares em que o piso costuma ficar molhado, como banheiros e áreas externas, toque nos pisos e azulejos para saber se não estão úmidos ou soltando-se.

Os ralos são parte bem importante deste ponto. Pegue o balde com um pouco de água ou uma bolinha de gude, ambos devem correr para o sentido aonde o ralo está. Caso tenha algum azulejo quebrado, fotografe. Isso ajudará na hora de pesquisar peças para reposição.

Portas e janelas

Verifique se as trancas das portas e janelas estão funcionando perfeitamente. Teste as fechaduras abrindo e fechando várias vezes, pelo lado de  fora e de dentro. Caso a porta feche sozinha é porque está desnivelada e provavelmente irá necessitar de ajustes.

Algumas janelas possuem um sistema de fechamento a base de silicone, que precisa ser reposto de tempo em tempo. Quando houver persianas, observe se elas deslizam facilmente para abrir e fechar. Atente-se também aos vidros das janelas, se não estão trincados ou quebrados.

Confira, na parte de baixo das janelas se não há marcas de escorrimento ou aparecimento de mofo, que podem indicar vazamento e má vedação.

Pintura

Se o imóvel está pintado, fique atento na qualidade da pintura. Verifique o acabamento  em pontos estratégicos como próximo as dobradiças, espelhos de tomadas e esquadros das portas e janelas. Confira também se não há manchas e respingos de tinta no chão.

Porém, se o imóvel está muito velhinho, talvez seja necessário pintar novamente. Meça as paredes para calcular o quanto irá gastar em tintas e mão de obra para deixá-lo novo em folha.

Louças e metais

Procure lascados, riscos ou manchas em pias, cubas, caixas e vasos. Também verifique se o entorno do vaso sanitário está em boas condições e sem manchas que podem apontar um vazamento.

Ufa! Com essa série de minúcias em mãos basta verificar se o imóvel se enquadra nos seus padrões e partir para a documentação e o pé direito na porta!

Fonte: Imóvel Web